Clínica de Recuperação

A importância da espiritualidade nas clínicas de Dependência Química

O tratamento do transtorno do comportamento adictivo aliado ao consumo de substâncias psicoativas é pautado em tratamento medicamentoso e psicológico basicamente, porém qual é o real e efetivo papel da importância da espiritualidade nas clínicas de dependência química?

Além das outras terapias que servem de apoio para para o tratamento e que trazem questões do trabalho da responsabilidade, algo que é perdido durante a fase aguda de alcoolismo e drogadicção, vale ressaltar que os grupos de apoio e as terapias em grupo também fixam os pilares de reabilitação e os deixam mais forte. Mas muitos se perguntam, porque a espiritualidade é tão presente nas clínicas de recuperação?

O termo “espiritualidade” pode estar relacionada à característica ou qualidade daquilo que é espiritual, transcendência ao divino ou devoção espiritual. Sendo assim, é importante dizer que a espiritualidade está relacionada à questão da fé, algo como fonte de orientação maior do que os valores sociais.

A espiritualidade nos orienta diferentemente dos valores terrenos, ela não é uma religião, mas significa que é uma busca de um saber incansável do que é o divino. É olhar para si mesmo e transformar os valores, espiritualidade é ser decente para consigo e com os demais.

Há quem diga que a espiritualidade está relacionada com o lado espiritual, onde um conjunto de fatores estão relacionados como por exemplo uma boa leitura de um livro, o contato com a natureza e a diversão entre família e amigos, realização da prática da meditação e do autoconhecimento, o cuidado com o corpo e a mente e por fim, a oração.

A questão da espiritualidade dentro das clínicas de dependentes químicos

O tratamento medicamentoso é fundamental justamente para conter processos de abstinência e ser um facilitador na questão da adesão ao tratamento de pacientes dependentes. Conjuntamente o apoio psicológico também, para que se entenda os fundamentos que estão envoltos os pensamentos e sentimentos que levam o dependente ou usuário a usar a substância. Já a questão da espiritualidade dentro das clínicas de dependentes químicos está relacionada à um complemento à prática do trabalho exercido por parte das instituições de recuperação.

Sendo assim, usuários que chegam nas instituições normalmente estão fragilizados emocionalmente, fisicamente e espiritualmente. São pessoas que tiveram um apego a substância forte e que abalou sua saúde ao ponto de recorrer ao isolamento para poderem se reestruturar na vida novamente.

Alguns estiveram nas ruas por um longo período, o que os deixou mais fragilizados. Outros tiveram contato com a criminalidade e os fez ter outro tipo de conduta para com as pessoas. Desta forma a importância da espiritualidade nas clínicas de dependência química vem justamente para dar luz e nortear o caminho da recuperação. Ajudar pessoas que perderam a fé em si mesmas, conseguir reencontrar estímulo próprio e dar o primeiro passo na questão da recuperação por sua conta

As clínicas trazem responsabilidade com a laborterapia, recompensas graduais com a evolução do tratamento, contribuição terapêutica com grupos de apoio com as reuniões de H.I de Narcóticos Anônimos e Alcoólicos Anônimos, alimentação adequada, práticas de atividades físicas, atividades terapêuticas cognitivas como terapia ocupacional e de suporte, terapeutas holísticos. Concomitantemente a questão espiritualidade dentro das clínicas de dependentes químicos está associada a nortear esses caminhos e trazer a fé na recuperação, independentemente da religião de cada um.

Mesmo muitas das instituições terem um direcionamento religioso, há um respeito em relação à religião de cada um dentro da instituição. Desta maneira, cada uma pode praticar sua fé, independentemente desse direcionamento, já que o que vale é a recuperação individual e em grupo.

Espiritualidade como forma de fazer o bem para si mesmo e para outrem, como forma de aliviar o ego

Egocentrismo e egoísmo é algo normal da doença da dependência química, por isso a espiritualidade como forma de fazer o bem para si mesmo e para outrem de maneira a aliviar o ego e mantê-lo baixo é algo interessante. Conseguir se enxergar ínfimo perante ao universo e ao mundo é um modo interessante de baixar o ego e conseguir olhar ao redor e não ver apenas a si mesmo, algo comum dos dependentes químicos.

A dependência química é uma doença biopsicossocial que envolve diversos fatores. Ardilosa, que centraliza o foco do indivíduo na substância, fazendo com que a sua vida se volte para a mesma. Entretanto, como a vida do indivíduo está voltada para a droga ou bebida, os problemas que começam o circundar tanto para sua saúde mental e física, passa a ser o foco das pessoas que estão próximas. E em casos extremos gerando codependência.

A importância da espiritualidade nas clínicas de dependência química é justamente essa, trazer o foco para essa transcendência ao divino, com a mesma ideia de decência, algo que as drogas não estão associadas. Todas as atividades dentro da instituição ocupam a mente e o corpo, e a questão da espiritualidade dentro das clínicas de dependentes químicos traz a parte reflexiva espiritual à tona como forma de pensamento crítico.

Praticar a espiritualidade independente de estar internado em uma clínica de dependentes químicos

Quando se está institucionalizado e se realizam atividades que mudam a maneira de como se pensa e consequentemente se tomam as atitudes, nada mais justo que praticar a espiritualidade independente de estar internado em uma clínica de dependentes químicos, desta forma pode se focar cada vez mais em si mesmo e consequentemente se priorizar a recuperação.

Trazer o foco para si mesmo (pacientes) é um dos objetivos das instituições, as Clínicas Viver Clin fazem essa prática cotidianamente. Sabemos dos desafios que os dependentes químicos sofrem em decorrência do abuso de narcóticos e como isso afeta suas vidas.

Posto isso, vale ressaltar que aceitar a responsabilidade de seus atos, entender que há uma necessária mudança nas atitudes para que a vida seja vivida em sua plenitude é fundamental para que se tenha uma efetiva recuperação.Espiritualidade como forma de fazer o bem para si mesmo e para outrem, como forma de aliviar o ego, e partir de um ponto inicial para recuperação e contato com o interior é vital na reabilitação.

Renan Rugolo Re

Postagens recentes

Entenda o que acontece com o seu corpo quando você usa drogas

Entenda o que acontece com o seu corpo quando você usa drogas. Os prejuízos ao…

10 meses atrás

Qual melhor clínica de recuperação química na região de Limeira?

Qual melhor clínica de recuperação química em Limeira? Esse é um trabalho para as Clínicas…

10 meses atrás

Alcoolismo mata?

O consumo de bebidas alcoólicas entre os anos de 2013 a 2015 foi responsável em…

11 meses atrás